Home / Blog / Como trabalhar como PJ: passo a passo prático e objetivo

Como trabalhar como PJ: passo a passo prático e objetivo

Entenda como trabalhar como PJ (Pessoa Jurídica) veja um passo a passo e também quais são as vantagens e desvantagens dessa opção.

Sem tempo para ler? Que tal ouvir esse texto? Clique no play e ouça a matéria:


O mercado de trabalho mudou muito nos últimos anos. Com as oportunidades tecnológicas que surgiram com a transformação digital nas empresas, como a computação em nuvem e os softwares colaborativos, realidades como o home office vêm se tornando cada vez mais frequentes.

E, dentre as diversas outras mudanças, estas motivadas também pelo economia do país, o trabalho tradicional, a famosa “carteira assinada”, vem perdendo espaço para outras relações de trabalho.

Nesse contexto, a prestação de serviços para outras empresas como pessoa jurídica é uma das mais populares formas de pôr isso em prática.

Mas como trabalhar como PJ? O que é preciso ser feito?

Neste post, você vai ver um passo a passo completo de como trabalhar como PJ, além de algumas dicas sobre as vantagens e desvantagens desse sistema.

Leia também em nosso blog: Quanto tempo demora para abrir uma empresa?

Como trabalhar como PJ?

Basicamente, o trabalho como PJ deixa de ser uma relação de um trabalhador com uma empresa e passa a ser uma relação de prestação de serviços entre duas empresas.

Por isso, a primeira providência que você tem que tomar é abrir uma empresa e ter um CNPJ - Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica. Sem isso, não há como trabalhar como PJ.

Teoricamente, você pode abrir qualquer tipo de empresa para trabalhar como PJ, como EPP, MEI, EI, ou mesmo uma EIRELI. No entanto, isso pode acabar saindo muito caro na hora de pagar os impostos. Por isso, o mais indicado é começar se tornando um MEI, Microempreendedor Individual.

Além disso, você precisa se enquadrar no Simples Nacional. Assim, toda a burocracia tributária será bem mais simples. Você paga todos os tributos em uma único documento, o DAS. E, é claro, a maior vantagem: os impostos são bem menores do que em outros regimes tributários!

Os valores mensais do DAS de um MEI em 2019, dependendo da área de atuação, são os seguintes:

  • Serviço: R$ 54,90
  • Comércio e Serviço: R$ 55,90
  • Comércio e Indústria: R$ 50,90

Vamos te mostrar, mais adiante, o passo a passo de como trabalhar como pessoa jurídica, abrindo sua MEI.

MAS FIQUE ATENTO: O faturamento máximo anual de um MEI, em 2019, é de R$ 81.000,00. Mas caso você acabe ultrapassando essa remuneração pode mudar de MEI para ME.

Outro detalhe: algumas profissões, como advogado, arquiteto e médico, não podem trabalhar como MEI.

Agora, veja as vantagens e desvantagens de trabalhar como pessoa jurídica.

Veja também: Como fazer abertura de empresa no Simples Nacional

Vantagens de trabalhar como PJ

  • Contratação mais ágil e rápida;
  • Paga-se bem menos em impostos, taxas e contribuições;
  • Possibilidade de se tornar um empresário no futuro.

Desvantagens de trabalhar como PJ

  • Você não tem direito a benefícios como férias, 13o salário ou fundo de garantia;
  • Não existe aviso prévio;
  • Você precisa ficar atento à sua contabilidade, afinal, tem uma empresa.

Como trabalhar como PJ sendo um MEI em 20 passos

Como dissemos, dependendo da sua área de atuação ou de quanto vai receber, talvez seja melhor abrir um outro tipo de empresa do Simples Nacional, como uma ME ou EPP.

Para isso, você pode consultar estes posts de nosso blog:

Agora, veja o passo a passo para se tornar um MEI:

A melhor maneira de se tornar um MEI é fazendo o processo online. Confira o passo a passo:

  • 1. Para começar, reúna todos os documentos que serão necessário durante o processo para se tornar um MEI: RG, CPF, comprovante do endereço de onde se localizará a empresa e comprovante de residência, título de eleitor, declaração de imposto de renda pessoa física dos 2 últimos anos (caso tenha declarado);
  • 2. Em seguida, acesse o Portal do Microempreendedor;
  • 3. Lá, observe abaixo da frase “quero ser” e clique no botão “todos os serviços”;
  • 4. Vai se abrir uma página. Clique no botão “formalize-se”;
  • 5. Depois disso, preencha o formulário com seu CPF e a data de nascimento;
  • 6. Em seguida, clique em “continuar”;
  • 7. Caso tenha declarado imposto de renda pessoa física nos últimos 2 anos, preencha o número do recibo no local indicado e clique em “prosseguir”;
  • 8. No caso de ser isento de fazer a declaração de imposto de renda, preencha com o número de seu título de eleitor e clique em “prosseguir”;
  • 9. Feito isso, surgirá um formulário de “nova inscrição”. Ele já está preenchido com o nome empresarial, seu nome, nacionalidade, gênero e nome da mãe;
  • 10. Agora, nos campos referentes a “identificação” preencha todos os itens. Fique atento: somente os que não tiverem um asterisco podem ficar em branco;
  • 11. Defina a ocupação principal e até 15 ocupações secundárias;
  • 12. Preencha com seu endereço comercial;
  • 13. Leia atentamente as “declarações”;
  • 14. Em seguida, assinale as caixas de seleção e clique em “continuar”;
  • 15. Nesse momento aparecerá uma tela de conferência;
  • 16. Depois de conferir, clique em “enviar”;
  • 17. Depois de feito isso, você receberá em seu celular uma mensagem via SMS;
  • 18. Clique em “continuar”;
  • 19. É preciso digitar o código recebido em seu celular e clicar em “confirmar”;
  • 20. Na próxima tela clique em “certificado”

Pronto! O procedimento para se tornar um MEI terminou!

Agora, você já sabe como trabalhar como PJ, podendo usar seu CNPJ para celebrar contratos de prestação de serviços para outras empresas.

Quer mais dicas de como abrir uma empresa para trabalhar com PJ ou emso se tornar um empreendedor? Então, baixe nosso infográfico gratuito: Abertura de Empresas

Equipe Qipu

Jul/31/2019

Contabilidade Online , Contabilidade Online Qipu , Contbilidade Simples Nacional , PJ , Freelancer

Compartilhe

Facebook Twitter Linkedin Google+

Não deixe de ler também

BAIXE GRÁTIS O APLICATIVO | Ou acesse a versão web